sábado, 24 de janeiro de 2009

Nós e o futebol

Imaginem uma equipa que joga com três avançados.
Imaginem que, a dado momento, os três avançados se encontram sozinhos frente a frente com o guarda-redes.
Imaginem que se atrapalham uns aos outros.
Tanto que não há golos para ninguém.


Foi o que aconteceu esta noite em que eu e o pai lhe tentámos dar os medicamentos.
Com três biberões: do leite, do leite com os medicamentos e o da água.
"Dá cá o do leite", "agora o da água", "os medicamentos, é agora, é agora", "bebe água amor, bebe água", "ai tão bom leitinho", ....

Como já disse, não houve golos.
Nem sequer um pontapé ao poste.
Este guarda-redes não dá frangos.


PS - Obrigada pelas vossas sugestões. (téte e Xavier) Tentei não o tirar da cama mas ele recusou na mesma abrir a boca. Não vou dar mais misturado no leite para não perder eficácia e vou regressar à técnica da seringa mas pelo cantinho da boca (Sofia, pedro e joana). Haja paciência!

7 comentários:

Sofia disse...

LOOOOL
Realmente o puto é mesmo esperto!
Bjinhos e boa sorte

Tita disse...

Se fosses do Benfica aposto que sabias dar isso como deve ser! Não aprendes com s bons e depois dá nisto:-))))))

As melhoras para ele.
Bjocas

Marina disse...

O puto não se deixa mesmo enganar! Por sorte o meu adora ben-u-ron xarope e até abre a boca para lá cair a gota de vigantol! Boa sorte no próximo jogo! Bjs

mylittlebaby.blogs.sapo.pt disse...

Pois o q fazer não gosta de medicamentos

mãe pimpolha disse...

Ui, sei bem o que são essas touradas, não aqui em casa, mas de alguns miudos que apanho no hospital.
Beijocas

© Tété £ Xavier disse...

Cada criança com as suas “manias” e só mesmo a paciência para as contornar!
Espero que por aí essa fase passe rápido já que por cá aconteceu o mesmo e agora mal vê a colher abre logo a boca ;o)
Beijos
Tété & Xavier

sticker disse...

You these things, I have read twice, for me, this is a relatively rare phenomenon!
handmade jewelry