terça-feira, 21 de abril de 2009

A batalha foi dura

E ele venceu.

Começou às 4.15h da matina.
Fui lá eu e tentei que ele voltasse a dormir.
Estava decidida a não o levar para a nossa cama.

Às 6h desisti e chamei o pai para ocupar o meu lugar.
Voltei para a cama e ouço o pai à gargalhada.
Fui lá.
De cada vez que o pai fingia abrir a porta do quarto ele começava logo a rir-se.
Às 6.30h já estávamos os dois rebentados.
O Vicente continuava em grande.
Cedemos.
Menos de 5 minutos depois de estar na nossa cama, o puto já dormia profundamente.

Perdemos mais uma batalha, mas estamos decididos a não perder a guerra.
Estamos a elaborar uma sofisticada estratégia para pôr em prática brevemente.

Aceito desesperadamente todas as sugestões que têm para me dar.
E gostava de ouvir as vossas experiências, camaradas de luta!

16 comentários:

Carla disse...

Assim, a ceder vai ser dificil vencer a guerra pq os putos são tramados e ele chora mesmo para ir para a vossa cama. Talvez deixá-lo chorar um pouco sem lá irem. Aconte o mesmo com o A. se ele me vê no quarto dele não o consigo calar, qd acorda de noite deixo-o chorar um pouco, qd vejo que não se cala dou-lhe leite e volta a deixá-lo. Costuma resultar...Mas cada puto é diferente do outro.

Edith disse...

Eu não te posso ajudar; as noites continuam a ser más! Na noite passada adormeceu às 22.30 h, acordou às 00.00, à 1, às 2, às 4.30. Mamou, adormeceu e dormiu atè às 06.00 h, nesta altura foi para a nossa cama pois eu já estava " morta "; hoje ando muito cansada! Será que os nossos pequenos sofrem de insónia infantil? Não sei o que pensar nem o que fazer! Estou quase louca...

Paula disse...

Eu não tenho soluções milagrosas mas a que encontrámos foi trazer o berço para o nosso quarto e esticar o braço lá para dentro quando ele acorda. Só de sentir a minha mão já se acalma e acaba por acordar uma, duas vezes por noite.
Mas como te disse, não é uma solução, é uma medida provisória...

RiTa disse...

pois.....
o meu vai fazer 2 anos em maio...
e...
pois.. é assim...
o berço está no meu quarto... a efeitar o mesmo.. pois, ele dorme na cama dos pais... é assim... boa sorte

Marina disse...

Dou-te o mesmo conselho que a Carla, do primeiro comentário. Deixá-lo chorar um bocado não lhe faz mal nenhum, acabará por se acostumar a adormecer sozinho, mesmo que nos custe um bocado. Com o Manuel foi o que funcionou, pois fome não era o problema. Bjs

Bretana disse...

Só posso falar da minha experiência, claro, mas o que eu fiz e resultou foi: quando ela chorava, eu não ia lá,mas também não a ignorava. Falava do meu quarto ,dizia para dormir, para fechar os olhinhos, e não ia lá mesmo que nas primeiras 2 noites eu tapasse os ouvidos com receio de não aguentar ouvir o seu choro e ir a correr pegar na minha filhota ao colo. Mas resistimos,na convicção que era o melhor para os três e a partir da 5ª noite ela deixou de acordar tantas vezes e daí para a frente cada vez menos.Terá sido coincidência? Talvez, mas passou a fase terrível de zombie que eu estva a passar...Boa sorte!

Márcia disse...

vou esperar anciosa por uma resposta tambem..rsrsrsrs
isso aqui tb não está facil.
Não consigo deixar chorar ate se calar..ai meu DEus

pedradababy disse...

Oiiii. Olha, eu sinceramente já devocansar pois falo do mesmo a todas as mamãs mas, comigo resultou mesmo e até aos dias de hoje. Antes da Lu nascer eu queria um método que não fosse a favor de deixar o bebê a chorar porque nunca me pareceu bem mas também não poderia andar com ela ao colo porque já sabia que tinah que trabalhar. Assim,l como adorava os programas de tv da encantadora de bebês - Tracy Hogg, não descansei enquanto não comprei o livro dela e assim foi, desde que a Lu nasceu que pratico. Baseia-se numa rotina muito bem estruturada, e várias vertentes adaptadas a cada idade e a cada problema. Ela tem um site em Inglês mas se quiseres posso tentar digitalizar algo sobre a tua situação em concreto e enviar. O que é certo é que a Lu dorme muito bem a noite inteira, desde muito novinha e mesmo aqui na loja, na maior parte das vezes e quando está com sono, basta deita-la que ela adormeçe sózinha.
Beijo grande

Vera disse...

Não te posso ajudar, porque cá em casa ( felizmente, nock nock 3 vezes na madeira) as noites são muito boas desde os 2 meses!!
Mas é a tal coisa se continuarem sempre a lá ir, o Vicente não vai mudar aquilo que já é hábito, sabe que no fim dorme na caminha dos Pais:S
Isto é tudo muito relativo, até porque não há 2 bebés iguais!
Boa Sorte
Bjs

Isa disse...

junto me ao clube... mas aqui nem na cama dos pais ele adormece!

beijos

Um pedaço de azul... um BloGui diferente disse...

Sabes, não posso ajudar, o Gui acostumou-se sempre na sua cama, mas tenho uma sugestão: por cima da cama dele coloquei uma cortina daquelas dos principes e princesas ;-) com estrelas que brilham no escuro. Coloquei também to tecto... adormece sempre encantado com aquilo, não sei se acorda de noite, mas se sim, talvez fique a olhar para o tecto ;-)... não sei mais que te diga. Mas pergunto? Escureces o quarto completamente...? É que dizem que basta uma pequena penumbra para eles despertarem... e depois já se sabe que querem é festa!
Boa sorte e que a guerra seja ganha!

yolanda disse...

Ola mamã
Encontrei o teu blog por acaso, e adorei a tua maneira de escrever, cheia de bom humor, e acredita que como mãe(tenho 1 menina com 2 anos e meio) me revi em algumas situações...lol
Espero que não te importes que vos visite.
Em relações aos sonos, tambem não sou 1 bom exemplo, a minha filha dormiu comigo ate aos 2 anos, e agora dormimos no mesmo quarto, mas em camas separadas.
Espero que nos visites.
Muitossss beijinhos

facedown disse...

ahahahaha! Pois amiga, acho que vais ter muito ainda por batalhar. Ao ler os teus relatos, revejo-nos a nós lá em casa com o Tomás. E sim, ele tb ganha sempre, e sim, já experimentei de tudo....por isso não tenho muito por onde te ajudar.

Beijinhos e força, um dia haveremos de conseguir (ehehehehe)
any

Sofia disse...

O Miguel as 2 vezes que acorda bebe o leite ainda deitado na cama (tem a cabeceira elevada) e volta a adormecer com a barriga cheia.
O teu problema é ligeiramente diferente do nosso, ele quer companhia para dormir...Tens de ir reduzindo o tempo que ele dorme convosco, creio eu. Eu não sou muito apologista de os deixar chorar porque não resultou nada com o Miguel e foi uma noite para esquecer.
Bjocas

El Trinca disse...

Olá,

Já não sei como, mas vim parar aqui a este blog e gostei!!!
Parece-me muito divertido e engraçado.

Resolvi comentar, porque nem à 5 min coloquei um post no meu sobre as noites, bem dormidas.

Se os conselhos fossem bons, não se davam, vendiam-se, mas ainda assim, com muito pouca experiência, porque o meu niquinho tem apenas três mesinhos, vou tentar:

1º"Ralhar um cadinho"
2º Por um ar de mãe mazona, que da tau tau?

Será que não resulta...

3º Em último caso, aconselho a comprar uns tampões, para si, para o maridão e para oferecer à vizinhança

Agora sem brincadeiras, acho mesmo que só resulta deixando chorar... Deve custar muito, mas se o tirarem ele não vai perceber que tem de dormir na caminha dele.

Eu tenho uma tia que passou o mesmo problema, e começou a cança-lo, com 6 meses po-lo na natação e brincava com ele horas a fio... Ao fim de um mês ainda não tinha ido para a cama e já dormia e ficava-se a noite inteirinha...

Desejo boa sorte, e desculpe pela intromissão, se me permitir volto aqui mais vezes :)

Cynara disse...

Não sei se já resolveu esse problema com o seu bebê, mas aconselho a ficar ao lado do berço ou da cama, com a luz apagada ou apenas um pouco de luz, em silêncio até que ele durma. Fale o mínimo possível e não ceda. Isso é extremamente importante! Por mais que ele chore ou insista em sair, não ceda. Fale que a mamãe está ali e não sairá até que ele durma. Com o tempo, ele acostuma. Boa sorte, bjs! :o**