segunda-feira, 16 de agosto de 2010

As minhas escolhas

A vida, todos sabemos, é feita de escolhas.
Algumas mais fáceis do que outras.

Os meus dias são feitos de pequenas escolhas.
Nenhuma delas muito fácil.
Ou muito óbvia.

Ora vamos lá ver uns exemplos.

SITUAÇÃO 1

Todos os dias o Vicente quer que seja eu a ir levá-lo ao carro para ele ir com o pai para o colégio. Isso é, geralmente, por volta da hora a que as meninas estão a acordar.
Estou cá fora e ouço as meninas aos gritos histéricas lá em cima no quarto enquanto o Vicente diz "mãe querida, mais um beijo" vezes sem conta.

O que é que eu faço?
A) Dou-lhe só um beijo, viro costas a correr para ir ter com as meninas e deixo o Vicente aos gritos no carro e a pedir-me mais um beijo.
B) Dou todos os beijos que o Vicente quer e deixo as miúdas chorarem até ficarem sem fôlego
C) Acordo as meninas, que dormem como anjos, e levo as duas ao colo enquanto me despeço do Vicente


SITUAÇÃO 2

O Vicente já quase não usa fraldas, mas quando diz que quer fazer xixi temos que ir a correr para não termos nenhum acidente. E demoramos bastante na casa de banho, entre o despir, o xixi, o limpar e o lavar as mãos.
As meninas quando estão a comer detestam que eu pare. Gritam que se fartam, podem mesmo bolsar tudo, e dificilmente voltam depois a comer.
Ora eu estou a dar papinha a uma delas quando o Vicente vem ter comigo e diz "mãe, quero fazer xixi".

O que é que eu faço?
A) Paro de dar comida à miúda, deixo-a aos berros e a engasgar-se e vou com oVicente para a casa de banho.
B) Deixo que o Vicente faça xixi pelas pernas abaixo e digo-lhe que fazer nas cuecas, afinal, não faz mal nenhum.
C) Levo a miúda para a casa de banho e dou-lhe lá comida com uma mão enquanto com a outra limpo o xixi do Vicente.


SITUAÇÃO 3
O Vicente é "mãe" para tudo.
E eu, sempre que posso, lá marco presença.
Ora eu estou a dar a sopa a uma das meninas e lá vem ele puxar-me pelo braço (que eu estou a usar para dar a papa) porque quer que eu lhe vá buscar qualquer coisa, ou colocar um DVD, ou ver uma "coisa gira".

O que é que eu faço?
A) Mando-lhe um berro que o deixo em estado de choque e as crominhas aos berros tal o susto que apanharam.
B) Finjo que não faz mal ele puxar-me pelo braço, sujo a miúda toda com sopa e corro o risco de serem poucas as colheres que de facto vão parar à boca dela
C) Levanto-me 1553 vezes enquanto lhe dou a sopa, demoro uma hora para a despachar (e a outra à espera) e deixo-a desesperada aos berros de todas as vezes que me levanto.

E as vossas escolhas, quais seriam?
Obrigada.

8 comentários:

carmo pinto disse...

puxa!!!!
ainda eu me lamento das vezes que as minhas me moerem !
és uma mãe fantastica!!!
jitos

jmalho disse...

Pois... as escolhas... mais do que as escolhas é a nossa sanidade mental...

Um bjo cheio de paciência!

Joana

Mãe da Tiz disse...

Imagino que recorras à C com muita frequência.
Eu vou ser sincera contigo, acho assustador ter um 2º filho com tão pouca diferença de idades entre si... no teu caso, tiveste logo o
2º e o 3º...
Eu com o meu feitio já tinha enlouquecido à séria, por isso dou-te os meus sinceros parabéns. Tu és uma rocha a conseguir aguentar com tudo sozinha, grande parte do dia.

Beijos e força!

Vânia e Mariana disse...

Bem, é realmente complicado!!!!Acho que so mesmo estando na situação é que se consegue saber o que fazer....Nenhuma delas é a mlehor opção, como nenhuma é a pior....Estando de fora, acho que optariaa maior parte das vezes pela C...
Já agora diz lá quais são as tuas opções!!!

Beijinhos,

Susie disse...

hmmm...a boa notícia é que isso vai acabar por melhorar!

Mas cada caso é um caso. é ir gerindo e tentar não stressar demais. Uns dias deixas as meninas a berrar...outro dia deixas o Vicente... é fazer aquilo que assegurar o nível de décibeis mais baixo. E tentar distrair o Vicente quando ele pede quaqluer coisa, do género: olha a segur vamos ver esse DVD os dois está bem? Mas agora preciso que me ajudes aqui a dar a sopa à mana... e ele é bem capaz de se deixar levar...

São apenas sugestões, de uma mãe de dois que já stressou muito com coisas desse género. Agora já estão crescidinhos e os stresses são outros! (às vezes tenho saudades desses...é que os meus agora já não se deixam mesmo "enganar"....)

Mami disse...

Não está nada fácil de fazer as escolhas...Imagino que tens dias de desespero por não saber para onde te deves virar.
Mas pensa que isso só pode melhorar :)
Beijinhos e boas escolhas!

Gatinha disse...

Olá, eu sei como deve ser difícil tomares essas decisões. Se eu com uma é muito complicado, nem me imagino a ter de dar atenção a 3 ao mesmo tempo. Em relação ao facto do Vicente querer xixi qd estás a dar de comer às meninas, pode mtas vezes ser só para chamar a tua atenção, e visto estares a fazer o desfralde, eu diria para começares a incutir-lhe que tem de aguentar um bocadinho e que já o levas ao bacio, para ele começar a controlar-se, ou então tens de ter um bacio ao pé de ti :). A despedida matinal, tb deve ser muito complicada, mas aos poucos tens de o habituar a menos beijinhos, eu mtas vezes tenho de deixar a Leonor no infantário a chorar, mas sei que dps ela fica bem e lhe passa, e qd a vou buscar compenso-a :) O dilema das chamadas de atenção consecutivas não acho que tenhas de tomar uma atitude mt drástica, tenta que ele esteja mais perto de ti, entretido com alguma coisa, tipo a fazer uns desenhos ou assim.
Eu sei que estes conselhos podem não ajudar em nada, mas pelo menos tentei. Muitos beijinhos e coragem.

Francyene Furbino disse...

kkkkkkkkk... Sinceramente vida de mãe é isso aí minha gente. Adorei o seu blog e estou pensando seriamente em escrever mais sobre as façanhas do Cauã que sendo vista pelo ângulo com que vejo sua situação, aposto que acharemos uma comédia. Parabéns, bem divertido! Bjãooo