terça-feira, 18 de janeiro de 2011

O primeiro e as segundas

Perguntou ela: "Os segundos filhos levam-se melhor, não achas?"
Respondo eu: "Sem dúvida"

Diz ela: "Com o primeiro, se estás no meio do banho e ele começa a chorar sais da banheira a correr para ir ter com ele. Com o segundo, até podes apressar um bocadinho as coisas, mas tomas o banho até ao fim".

E é mesmo isso.

E isso é pior?
Não, não é.

Dormir:
Vicente: Quando o Vicente era pequeno dormia muitas vezes no meu colo. Resultado: quando tinha quase um ano só adormecia assim, eu estava horas naquilo, e a meio da noite a história repetia-se. Até que tivemos que cortar o mal pela raíz.

Gémeas: nunca as adormeci ao colo, sempre na caminha delas, mesmo que chorassem. Nunca andei com elas ao colo a meio da noite.

Comer:
Vicente: habituei-o a comer com brinquedos por ser mais fácil. Ainda hoje leva brinquedos para a mesa. Dois ou três. Mas houve uma altura em que levava 10 e ainda tinha que levar o meu portátil (youtube rules!)

Gémeas: a hora da refeição é para comer e ponto final. Não há cá brinquedos e muito menos bonecos.

Automóvel:
Vicente: eu ia sentada ao lado dele no banco de trás. Quando eu ia sozinha e, portanto, a conduzir, ele chorava baba e ranho a andar de carro. Eu ia lá para trás, parava, dava-lhe mama de 500 em 500 metros. Um desespero.

Gémeas: nunca andei com elas no banco de trás e nunca parei por estarem a chorar. Habituaram-se e nunca houve qualquer stress.


Doenças
Vicente - nunca teve febre acima dos 37.8 (em Dezembro último) e mesmo assim eu ligava à pediatra se ele tinha diarreia, se tinha tosse, se tinha o nariz entupido. E ficava logo na estufa, resguardado.

Gémeas: prematuras e liguei menos de metade das vezes que no caso do Vicente. Dou-lhes os medicamentos quando elas começam a ter sintomas que reconheço sem chatear a pediatra e saio com elas quando estão com uma contipação ligeira.


O meu banho
Vicente - ele chorava e eu saia a correr para ir ter com ele, enchia o quarto de água e constipava-me.

Gémeas: Elas choram e eu acelero o banho mas não o interrompo

8 comentários:

Pipoquinha disse...

No primeiro é a inseguarança a funcionar...depois aprende-se :)

Barriguita disse...

é verdade!

e a tudo isto,eu acrescento:

o 1º nunca ficava a dormir no andar de cima... quando ia para a cama, um de nós ia para lá, qual sentinela.

a 2ª, dorme no andar de cima, na caminha dela, de porta encostada e se ouvimos o intercomunicador, esperamos para ver se é mesmo ela ou se foi alguma interferência!

Mami ( Sónia ) disse...

Reconheço-me totalmente no que escreveste! O meu segundo filho ainda não nasceu, só lá para o verão, mas acho que já aprendi muitas coisas com a Sofia que não vou repetir neste.
É normal!
Beijo

Anónimo disse...

e muito mais se pode acrescentar, como o tratamento dados às chupetas ou aos biberões!... mas eu não sou exemplo nessas coisas porque tratava a primeira como segunda e talvez o segundo como terceiro ou quarto... é o que dá ter um i~rmão que agora temn 15 anos, ter feito babysiting quase uma vez por semana durante mais de 5 anos!

As Mini-Gajas disse...

Bem... devo dizer (pela minha própria experiência) que quando se tem de 1ª vez gémeos a coisa funciona mais ou menos como ter um 2º filho. Não há cá complicações e stresses desnecessários. É remédio santo! :)

Neusa disse...

Obrigada por partilhares!

Isa disse...

aprende-se tanto... mas tanto... e eu aidna nao consegui fazer o meu dormir. Espero que com o Rafael nao cometa os mesmos erros.

Qta a novidades... fora nao dormir... esta a correr tudo bem e como vês já tem nome!

beijos

Vera R. disse...

Não tenho o 2º ho (ainda), mas acho que concordarei contigo não a 100 mas a 200%!!!

;)