quinta-feira, 24 de julho de 2008

Mudanças

Uma amiga minha disse-me, quando eu estava grávida, que os primeiros meses da maternidade têm momentos fantásticos e que esses momentos são aqueles em que eles (os bebés) nos deixam dormir :)
Quando saímos da maternidade o Vicente vinha com ordens para mamar de 2 em 2 horas, de dia ou de noite. Deve ter sido tão mau que nem me recordo dessas noites. Uma semana depois a pediatra deu ordem para três horas durante o dia e não deixar ultrapassar as 5 horas durante a noite. Punhamos o despertador para o acordar porque ele não acordava. Às vezes nem nós acordávamos. E entre mamar e não mamar, arrotar, mudar a fralda e voltar a adormece-lo passava uma hora. Para ele se aguentar mais tempo durante a noite, durante semanas insisti em dar-lhe um biberão à meia-noite, no qual ele praticamente não tocava porque estava a dormir. Agora, finalmente, já percebi que há horários que posso tentar impôr, em outros é ele quem manda.
Agora, entre as 22h e as 22.30h ele está na cama a dormir. Já não tenho que o embalar para adormecer. Deito-o na cama com o Soneca (um boneco) e ele fica a palrar até dormir. Já não o acordo a meio da noite para mamar. Ele ou não acorda ou, quando acorda, é só uma vez e estamos tão eficientes que despachamos o assunto em menos de 15 minutos e voltamos os dois a dormir rapidamente.
Já não dorme toda a manhã como costumava fazer. Acorda e adora brincadeira. Ri-se às gargalhadas com as nossas palhaçadas e de cada vez que lhe troco a fralda temos sempre uma sessão de cócegas. Ele ri-se que nem um perdido e eu choro de tanto rir.
Já não me lembro do que é ter uma cólica.
Os fins de tarde, que eram passados com uma birra do tamanho do mundo, foram substituídos por agradáveis momentos à beira da piscina que temos cá em casa. Eu farto-me de nadar e o Vicente fica horas a ver-me, dirigindo-me uns animados sorrisos de cada vez que passo por ele e lhe digo adeus.
O stress do banho fugiu para longe. Já não nos preocupamos em lavar a banheira dele, encher, ver com o teremómetro a temperatura da água, colocar mais fria ou mais quente, dar banho, despejar e voltar a lavar. Agora toma banho na nossa banheira e de chuveiro. Ele adora tentar apanhar a água que lhe cai em cima e nós agradecemos :)
Já não é preciso jantar primeiro eu e depois o pai para estarmos com ele ao colo. Ele papa primeiro e depois fica na cadeirinha dele, connosco à mesa, entretido a ouvir as nossas conversas e a rir-se com os nossos disparates. Nos restaurantes o motivo da birra mudou: antes chorava sem eu saber porquê, agora chora porque quer à força toda puxar e destruir o papel que está em cima das mesas e fica furioso quando nós não o deixamos.
Em apenas quatro meses já passeou em três suportes diferentes: começámos pela alcofa, passámos para o ovo e agora já vai todo contente na cadeira de passeio.
Está crescido e quando olho para os primeiros bodys que vestiu (tamanho 00) e que o pai foi comprar a correr quando saimos da maternidade porque tudo lhe ficava enorme, parecem-me de um boneco e não consigo acreditar que há tão pouco tempo atrás aquilo lhe servia e que ainda tinha que dobrar a manga.



E pergunto-me... como estaremos daqui a mais 4 meses?

6 comentários:

Anónimo disse...

Será que estamos mesmo quase em Agosto? Acabo de sentir um arrepio... :-D

MJG

Vera disse...

E vÊ-los crescer é isto mesmo, são estas mudanças que nos dizem que o tempo ñ pára e que temos que desfrutar dos nossos filhotes o máximo que pudermos!
Daqui a 4 meses, estarás certamente a escrever um novo post com mais e mais mudanças!!

BJs

Mª Vicente disse...

que bom, parece que está tudo no bom caminho, maravilha.
beijinho

vida disse...

estou ansiosa por essa mudança de dormir mais horas de noite lolol


bjss

Lipa disse...

Hmmm.. Daqui a 4 meses logo vemos a evolução de todos os os bebé!! De certeza que todas as mamãs terão muitas novidades a contar! Parabéns por toda esta evolução linda do Vicente!

vida disse...

sempre a mudar!! tanats diferenças!!
bjss